Conheça também nossas redes sociais: icon facebook icon twitter icon flickr 

A Conferência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural acontece entre os dias 31 de maio e 3 de junho, em Brasília. Na programação, uma feira de produtos da agricultura familiar e atrações culturais

Entre 31 de maio e 3 de junho acontece a 2ª Conferência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural (2ª Cnater). Mais de mil pessoas de todo o país estarão na capital federal para discutir os rumos da política de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) para os próximos anos, sob o lema “Ater, Agroecologia e Alimentos Saudáveis”.

Coordenado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Rural Sustentável (Condraf), o ciclo de conferências começou em outubro de 2015 e teve a participação de mais de 40 mil pessoas de todos os estados brasileiros. As discussões abordam seis eixos: Sistema Nacional de Ater, Ater e Políticas Públicas para a Agricultura Familiar, Formação e Construção de Conhecimento na Ater, Ater e Mulheres Rurais, Ater e Jovens Rurais; e Ater e Povos e Comunidades Tradicionais.

Além das mesas de debate, plenárias e votações, a conferência traz também a MANDALA – Mostra Cultural da 2ª Cnater, com 18 atividades culturais do rural em todo o país, selecionadas por chamada pública. São shows, espetáculos, exposições e oficinas. Outro destaque é a Feira Saberes e Sabores da Agricultura Familiar, onde 38 empreendimentos do Distrito Federal e entorno vão expor seus produtos saudáveis, sustentáveis e agroecológicos.

O paraibano Chico César se apresenta na noite do dia 1º de junho, já a paraense Dona Onete se apresenta dia 2. Juntos, os artistas são os convidados que vão trazer a cultura dos povos do Campo, das Águas e das Florestas em dois grandes shows. O acesso às atrações culturais e à feira é livre, gratuito, sujeito à capacidade máxima do local do evento.

Serviço

2ª Conferência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural (2ª Cnater)

Data: 31 de maio a 3 de junho de 2016.

Local: Centro de Convenções Ulysses Guimarães – Brasília (DF).

Programação: http://migre.me/tVRL7

Contato para imprensa: (61) 2020 0285 e Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.">Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

www.cnater.gov.br

Publicado em Notícias

A agricultura familiar produz alimentos saudáveis para os consumidores
brasileiros. Para isso, usa os sistemas agroecológicos e orgânicos de produção.
Os produtos agroecológicos e orgânicos são cultivados como um sistema vivo e
complexo, em que coexistem vários tipos de plantas, animais, microorganismos
e minerais.
No manejo das unidades de produção agroecológicas e orgânicas os agricultores
familiares (anexo 1) se valem do “enfoque sistêmico” privilegiando a conservação
ambiental, a biodiversidade, os ciclos biológicos e a qualidadede vida.
Os consumidores têm buscado cada vez mais informações sobre os produtos para
se decidir na hora da compra. Isso também ocorre com os alimentos. A procura
pela qualidade, a rejeição por agrotóxicos tem sido elementos que mudam
a relação dos consumidores com os alimentos. Isso demanda produtos mais
saudáveis, cujo processo produtivo respeita o meio ambiente de maneira integral.
Essa realidade impele a produção de alimentos agroecológicos e orgânicos nas
unidades familiares, onde a qualidade do produto é considerada fator básico
e, por isso, recebe toda a atenção de quem produz e de quem orienta: os
extensionistas rurais.
Os créditos para alimentos saudáveis só acontecem quando contam com a
participação do técnico de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater). É ele
que faz acontecer. O projeto de crédito só é aceito com sua participação,
compromisso, assinatura e acompanhamento.
O financiamento do Programa Nacional de Fortalecimento da AgriculturaFamiliar
(Pronaf) para sistemas de produção de base agroecológica ou orgânicos tem
papel importante na viabilidade desse modelo para a agricultura familiar. A
utilização do crédito e do Seguro da Agricultura Familiar - Seaf contribui para a
redução de custos e riscos da lavoura.
Os agentes financeiros têm o compromisso com o desenvolvimento sustentável
e a ampliação da oferta de alimentos, por meio do estímulo à produção de base
agroecológica ou orgânica.
O conjunto dessas ações e atores – de técnicos de Ater, agentes financeiros,
organizações não governamentais, agricultores familiares e organizações
econômicas da agricultura familiar – garante o aumento na produção de
alimentos saudáveis, maior oferta de produtos com valor agregado, aumento
da renda do agricultor familiar e a dinamização da economia local.
Este material educativo é uma contribuição para todos os atores envolvidos com
a produção de alimentos saudáveis, com a segurança alimentar e nutricional e
com a promoção da vida.

 

Acesse aqui: http://retisfito.org.br/biblioteca-digital/item/651-pronaf-agroecologia-cadernos-da-agricultura-familiar-volume-1

Publicado em Notícias

Pronaf Agroecologia Cadernos da Agricultura Familiar -  Volume 1

Publicado em Cartilhas
Segunda, 09 Maio 2016 12:17

Boas Práticas de ATER

Boas Práticas de ATER

Assistência Técnica e Extensão Rural na prática
O livro que você tem em mãos mostra a riqueza e a diversidade da agricultura familiar
brasileira e como a Política Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural (Pnater) contribui
para este sucesso. Aborda-se o tema a partir da perspectiva de um serviço essencial para a
agricultura familiar: a Ater como política pública que o Ministério do Desenvolvimento Agrário
(MDA) oferta há 12 anos numa perspectiva gratuita e universal. Hoje existem 57 projetos em
desenvolvimento de Norte a Sul do País reconhecidos como práticas de excelência pelo MDA.
Esta obra, baseada na experiência do ministério com esta política, permite um maior
entendimento da vida no campo e ilustra o cotidiano de produção das mais de 5 milhões de
famílias agricultoras, ao mesmo tempo em que apresenta o trabalho prático do extensionista,
no ambiente da propriedade rural, na sua plenitude e dimensão basilar.
Estou certo de que será uma leitura frutífera e agradável para todos os interessados em
desenvolvimento rural e agricultura familiar.
Patrus Ananias
Ministro do Desenvolvimento Agrário

Acesse aqui:

http://retisfito.org.br/biblioteca-digital/item/649-boas-praticas-de-ater

Publicado em Notícias
Segunda, 09 Maio 2016 12:11

Boas Práticas de ATER

Publicado em Cartilhas

 

A fim de promover o fortalecimento de organizações econômicas da agricultura familiar, o Programa Nacional de Fomento e Fortalecimento do Cooperativismo e Associativismo Solidário da Agricultura Familiar e Reforma Agrária (Cooperaf) abre edital para a seleção de mil empreendimentos interessados em ter atendimento pelo Programa Ater Mais Gestão, de 2016 a 2018. Podem participar do edital, cooperativas e associações portadoras de DAP Jurídica. Os interessados precisam preencher o formulário e enviar até dia 20 de janeiro de 2016 pelos Correios ou pelo e-mail: editalmaisgestãEste endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

O programa Ater Mais Gestão leva Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater), gratuita, específica à gestão de cooperativas e associações da agricultura familiar, com o objetivo de promover qualificação, organização social e inserção nos mercados institucionais e privados.

Segundo o coordenador-geral de Cooperativismo e Organização Econômica do MDA, Jurandi Gugel, o objetivo do edital é localizar os empreendimentos interessados nos serviços do programa e identificá-los. "Desde 2012, o Mais Gestão já atendeu a 471 cooperativas, beneficiando cem mil famílias. A previsão é para atender mil organizações, em 2016, aumentar para 1.500 em 2017, e chegar a duas mil, em 2018. Portanto, precisamos localizar e quantificar os interessados".

Entre os serviços ofertados aos empreendimentos estão: ferramentas de gestão, diagnóstico e plano de qualificação do empreendimento; orientação nas áreas contábil, financeira, comercial, organizacional, ambiental, marketing, agroindustrial; elaboração de projetos e prospecção de fontes de financiamentos/crédito; promoção comercial; ações de pesquisa e inovação nas áreas de gestão; articulação com outras organizações da agricultura familiar e representantes de governos, para participação em programas de compras institucionais de alimentos, mercados privados e diferenciados; metodologias de trabalho; e profissionais para apoio na execução de ações de aprimoramento nas unidades atendidas.

Os empreendimentos selecionados terão oferta imediata de serviços de formação em cooperativismo e capacitação técnica nas áreas de planejamento, gestão, organização social e comercialização.

Informações: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou pelos telefones (61) 2020-0949 e 20200513.


Fonte: http://www.mda.gov.br

 

Publicado em Notícias
Segunda, 19 Outubro 2015 23:09

Caderno Pronaf Agroecologia - MDA

 

O Ministério do Desenvolivmento Agrário esta lançando uma série de Cadernos, a primeira delas é o Caderno Pronaf Agroecologia.

A agricultura familiar produz alimentos saudáveis para os consumidores brasileiros. Para isso usa os sistemas agroecológicos e orgânicos de produção.
Os produtos agroecológicos e orgânicos são cultivados como um sistema vivo e complexo, em que coexistem vários tipos de plantas, animais, microorganismos e minerais.
No manejo das unidades de produção agroecológicas e orgânicas os agricultores familiares se valem do “enfoque sistêmico” privilegiando a conservação ambiental, a biodiversidade, os ciclos biológicos e a qualidade de vida.

Este material educativo é uma contribuição para todos os atores envolvidos com a produção de alimentos saudáveis, com a segurança alimentar e nutricional e com a promoção da vida.

 

Acesse aqui:

http://retisfito.org.br/biblioteca-digital/item/625-caderno-pronaf-agroecologia-mda

 

Fonte: MDA - Caderno Pronaf Agroecologia.

 

Publicado em Notícias