Conheça também nossas redes sociais: icon facebook icon twitter icon flickr 

Esta pesquisa insere-se no campo da etnofarmacologia e utiliza, como fonte de dados, informações de gestantes usuárias, ou não, de fitoterápicos. O objetivo foi o de analisar representações formadas sobre o uso de plantas medicinais por gestantes em tratamento ambulatorial. Na perspectiva metodológica, assinala-se a natureza qualitativa do estudo e o emprego da análise de conteúdo, na perspectiva bardiniana.
Publicado em Artigos
O uso de ervas medicinais é corrente entre as diversas sociedades. Durante determinado tempo esse uso e os saberes diretamente ligados a ele foram desconsiderados e até menosprezados. Entretanto, esse é um costume que permaneceu e resistiu ao tempo e as hegemonias médicas e medicinais, pois a (r)existência dessas pessoas que comercializam plantas medicinais é algo comumente encontrado desde pequenas cidades a metrópoles no Brasil e no mundo.
Publicado em Artigos