Conheça também nossas redes sociais: icon facebook icon twitter icon flickr 

A utilização de plantas medicinais pela população mais idosa é relatada como muito prevalente, muitas vezes devido a um hábito familiar. Considerando que esse grupo populacional está sujeito, usualmente à utilização de vários medicamentos para o controle de patologias crônicas, possíveis interações entre a farmacoterapia convencional com fitoterápicos, chás e ervas utilizadas na alimentação como temperos, podem acarretar prejuízos à saúde do usuário.
Publicado em Trabalhos Acadêmicos
No presente trabalho, verificou-se a exposição dos idosos aos riscos de interações devido ao uso concomitante de Ginkgo e AAS, de diuréticos tiazidicos e Ginkgo e do quebra-pedra e o diurético hidroclorotiazida.
Publicado em Artigos