Conheça também nossas redes sociais: icon facebook icon twitter icon flickr 

O objetivo deste estudo foi investigar o processo de transmissão do conhecimento relacionado às plantas medicinais entre as gerações familiares, no contexto de agricultores de base ecológica da região sul do Rio Grande do Sul. Trata-se de um estudo qualitativo realizado com oito famílias de agricultores, totalizando 19 entrevistados, residentes nos municípios de Pelotas, Morro Redondo, Canguçu e Arroio do Padre, entre janeiro e maio de 2009.
Publicado em Artigos
Trata-se de um estudo etnobotânico e pesquisa de opinião, cujo objetivo é ampliar o conhecimento sobre a utilização de plantas medicinais pela comunidade do município de Cascavel - PR, visando subsidiar a implantação dos fitoterápicos na rede pública de saúde. A amostra correspondeu a 50 famílias da área de abrangência de uma Unidade Básica de Saúde, selecionadas por amostragem estratificada proporcional.
Publicado em Estudos e Pesquisas
Desde os tempos mais remotos, o homem lançou mão de vários recursos destinados a evitar ou combater as doenças. Guiado instintivamente como os animais, distinguia plantas comestíveis daquelas que podiam curar, cicatrizar ou aliviar. Esses conhecimentos empíricos adquiridos, transmitidos de geração em geração, são a origem das práticas médicas primitivas conhecidas. Assim, a utilização de plantas como meio de cura ou prevenção de doenças, com a moderna denominação de fitoterapia, ocorreu em todas as regiões do globo, apenas variando regionalmente por influência de características culturais da população, assim como de sua flora, solo e clima.
Publicado em Artigos