Conheça também nossas redes sociais: icon facebook icon twitter icon flickr 

A pesquisa por substâncias ativas presentes em plantas que possam inibir uma enzima chave em um determinado processo metabólico, de forma que sua ação seja a mais seletiva possível e com menores efeitos indesejáveis, tem sido o alvo das pesquisas na área de medicamentos. O Brasil está entre os países de maior biodiversidade mundial, abrigando cerca de 55 mil espécies de plantas superiores (aproximadamente 22% do total mundial). No entanto, o Cerrado que é o segundo maior bioma brasileiro com uma enorme variedade de espécies vegetais apresenta até então poucos estudos quanto a seus efeitos terapêuticos, principalmente como inibidores enzimáticos.
Publicado em Estudos e Pesquisas
As limitações terapêuticas, o desenvolvimento de resistência, a toxicidade relacionada a antifúngicos, as significantes interações medicamentosas e a biodisponibilidade insuficiente dos antifúngicos convencionais tornam necessários o desenvolvimento de medicamentos para tratar as novas e emergentes infecções fúngicas. O Cerrado é o segundo maior bioma do Brasil e foi identificado como um dos mais distintos biomas sulamericanos, constituindo uma importante fonte de moléculas vegetais inovadores para diversas condições, incluindo as doenças infecciosas.
Publicado em Estudos e Pesquisas
Embora no Brasil existam normas e legislação para garantir a segurança e qualidade dos fitoterápicos, para muitas das plantas utilizadas popularmente, não há registros facilmente disponíveis de suas características macroscópicas ou de marcadores químicos. Dessa forma, informações que possam fornecer subsídios para a correta identificação e garantia dos três princípios fundamentais para um medicamento – qualidade, eficácia e segurança – são necessárias, principalmente para aquelas espécies que têm uso mais evidente no Brasil. O cerrado goiano é muito rico em espécies medicinais, que se devidamente utilizadas podem trazer benefícios substanciais, sobretudo às populações mais carentes.
Publicado em Estudos e Pesquisas
A presente dissertação descreve o estudo químico e da atividade biológica de folhas de Hancornia speciosa Gomes (Apocynaceae), espécie frutífera, genuinamente brasileira, comum no bioma Cerrado do Distrito Federal e conhecida popularmente como mangaba. O látex dessa espécie é utilizado na medicina popular para o tratamento de desordens gástricas e tuberculose e as folhas para tratar dismenorréia e diabetes. Dos extratos hexânico e etanólico foram obtidos: mistura de hidrocarbonetos; mistura de álcoois de cadeia longa; obtusalina e eritrodiol; lupeol, α- e β-amirina e seus derivados 3β-acilados; β-sitosterol; rutina e ácido clorogênico. Os extratos e frações de Hancornia speciosa foram submetidos a ensaios para avaliar sua atividade biológica.
Publicado em Estudos e Pesquisas
Um total de 217 extratos obtidos de 22 espécies de plantas do bioma Cerrado utilizadas na medicina tradicional para tratar doenças parasitárias, feridas na pele e febre foram avaliados em Plasmodium falciparum resistente à cloroquina (cepa FcB1, Colômbia). Dentre estes, 32 demonstraram capacidade de inibir acima de 75% o crescimento do parasito. Estes 32 extratos foram também avaliados em 5 espécies de leveduras dos gêneros Candida e Cryptococcus.
Publicado em Estudos e Pesquisas
Quarta, 15 Maio 2013 22:13

Uso e Conservação da Biodiversidade

O presente Caderno se inicia com a apresentação de uma ilustração indicativa da abrangência e da diversidade das experiências de uso e conservação da biodiversidade no país identificadas no “Mapa das Expressões da Agroecologia”. A segunda parte da publicação está subdividida em três capítulos: Sementes; Plantas Medicinais; e Sistemas Agroflorestais e Uso Múltiplo da Floresta.
Publicado em Cartilhas
Comunidades tradicionais são consideradas como detentoras de grande conhecimento sobre a diversidade vegetal comparadas a populações urbanas. Neste estudo foi comparada a diversidade de plantas conhecidas por comunidades quilombolas Kalunga e populações urbanas, em três municípios no nordeste do Estado de Goiás: Teresina de Goiás, Cavalcante e Alto Paraíso de Goiás.
Publicado em Trabalhos Acadêmicos
O Câncer é uma doença, que atinge mais ou menos 200 tipos de células, caracterizada pelo desvio no controle da proliferação, diferenciação e morte celular, com multiplicação desordenada das células, podendo invadir órgãos e tecidos. As dificuldades encontradas no seu tratamento são a resistência medicamentosa, toxicidade, baixa especificidade, além da maioria das formulações serem injetáveis, pois são moléculas insolúveis em água, causando edemas e necrose.
Publicado em Trabalhos Acadêmicos
As limitações terapêuticas, o desenvolvimento de resistência, a toxicidade relacionada a antifúngicos, as significantes interações medicamentosas e a biodisponibilidade insuficiente dos antifúngicos convencionais tornam necessários o desenvolvimento de medicamentos para tratar as novas e emergentes infecções fúngicas. O Cerrado é o segundo maior bioma do Brasil e foi identificado como um dos mais distintos biomas sulamericanos, constituindo uma importante fonte de moléculas vegetais inovadores para diversas condições, incluindo as doenças infecciosas.
Publicado em Trabalhos Acadêmicos
A educação ambiental tenta despertar em todos a consciência de que o ser humano é parte do meio ambiente, superarando a visão antropocêntrica e desenvolver uma ação educativa permanente pela qual busca uma prática que vincula o aluno a comunidade escolar e não-escolar à desenvolver valores e atitudes que promovam um comportamento dirigido a transformação superadora dessa realidade, tanto em seus aspectos naturais como sociais para desenvolver um processo de transformação. Para alcançar esse objetivo foi proposto a implantação de hortas de plantas medicinais típicas do Cerrado nas escolas da rede municipal de Jaraguá buscando promover educação ambiental e a conseqüente preservação e valorização desse bioma
Publicado em Trabalhos Acadêmicos
Pagina 1 de 2