Conheça também nossas redes sociais: icon facebook icon twitter icon flickr 

Diversidade e uso de plantas medicinais por comunidades quilombolas Kalunga e Urbanas, no nordeste do estado de Goiás-GO, Brasil

Comunidades tradicionais são consideradas como detentoras de grande conhecimento sobre a diversidade vegetal comparadas a populações urbanas. Neste estudo foi comparada a diversidade de plantas conhecidas por comunidades quilombolas Kalunga e populações urbanas, em três municípios no nordeste do Estado de Goiás: Teresina de Goiás, Cavalcante e Alto Paraíso de Goiás. Este levantamento etnobotânico trás informações sobre o uso de plantas nativas do cerrado para fins medicinais tendo como alvo quatro comunidades Kalunga (Emas, Limoeiro, Ribeirão de Bois e Engenho II) e quatro populações urbanas (Teresina de Goiás, Cavalcante, Alto Paraíso de Goiás e São Jorge).

Informações adicionais