Conheça também nossas redes sociais: icon facebook icon twitter icon flickr 

Valorização da flora nativa quanto ao potencial fitoterápico

A utilização de plantas medicinais para a produção de medicamentos apresenta uma melhor relação custo/benefício quando comparada aos produtos sintéticos. Por isso, grandes empresas farmacêuticas vêm investindo milhões em pesquisas com plantas brasileiras, e, por consequência, acabam por requerer patentes e sintetizam novos fármacos. O uso de fitoterápicos com finalidade profilática, curativa, paliativa ou com fins de diagnóstico é reconhecido e recomendado pela Organização Mundial da Saúde.

Informações adicionais